ROCHESTER, N.Y

PC Mag: Scanner Kodak i2420

O scanner Kodak i2420 (US$ 845) foi desenvolvido para atender as necessidades de PME`s. Com soluções voltadas para este mercado, o scanner Kodak i2420 possui alimentador automático de documentos (ADF) de 75 páginas, capacidade para digitalizar 40 folhas por minuto e cerca de 80 imagens (frente e verso), além do alto potencial para volume diário que comporta a captura de imagens de até 5.000 páginas por dia.

Com tamanho compacto ele pode ser instalado em espaço compartilhado com outros equipamentos.  E o mais importante é que ele se adéqua muito bem e em qualquer função, fazendo com que fosse o escolhido pela seção Escolha do Editor para as necessidades de digitalização das PME`s.

Configuração e Software
Fisicamente semelhante ao Kodak i2400 na Scantastik, que está no processo de substituição pela linha da KODAK ALARIS, o i2420 pesa cerca de 5 quilos e mede 25 cm por 33 cm ou 25 cm por 16 cm (HWD), quando está com as bandejas fechadas e em posição vertical. Para usá-lo, basta girar o corpo para o ângulo base e então as bandejas se abrem. Quando você não estiver usando o scanner, será possível colocá-lo de novo na posição vertical, o que diminui a quantidade de espaço ocupado pelo equipamento.

Em meus testes, conectei o i2420 a um sistema com Windows Vista. A configuração é padrão para um scanner conectado por USB. Basta conectá-lo no cabo de alimentação, instalar o software no CD e conectar o cabo USB fornecido. Se você precisar de uma mesa digitalizadora, bem como um ADF, será possível adicioná-lo como acessório, optando por um dos modelos ofício (US$ 495) ou A3 (US$ 1.400), que também funcionará com papel de tamanho tablóide.

A Kodak Alaris inclui, necessariamente, os mesmos aplicativos com o i2420, bem como o Kodak i2400, da geração anterior, porém nas versões atualizadas, com o Nuance PaperPort 14 para gerenciamento de documentos e o OmniPage 18 para reconhecimento óptico de caracteres (OCR).

Ambos estão entre os melhores disponíveis em suas categorias. Além disso, os drivers Twain, ISIS e WIA permitirão, entre eles, que você digitalize diretamente de basicamente qualquer programa do Windows que inclua um comando de digitalização.

O i2420 vem com dois utilitários de digitalização. O primeiro testado é instalado junto com os drivers e oferece todos os recursos de que a maioria dos pequenos escritórios precisa, incluindo opções para digitalizar no SharePoint, Evernote, Google Drive e Box.

O outro você pode instalar opcionalmente com um segundo disco. Este oferece recursos mais avançados. Por exemplo, ele permitirá que você faça a digitalização em lote, para que seja possível colocar vários documentos em uma pilha de páginas e salvar cada uma em um arquivo diferente. Você pode separar os documentos por uma página em branco, uma página com um código de barras ou especificando alguns números de páginas por documento. A marca KODAK ALARIS também fornece uma página de visão geral do software na documentação para ajudar você a escolher qual utilitário é o mais apropriado.

 Desempenho
A resolução óptica do i2420 é de 600 pixels por polegada (ppi), que é normal para scanners de documentos e mais do que você precisa na maioria das finalidades. Em meus testes, usei a configuração padrão de 200 ppi e as configurações predefinidas para documentos em preto e branco.

Digitalizando nosso documento de teste de 25 folhas para o formato PDF de imagem, cronometrei o i2420 a 41 ppm em digitalizações símplex (um lado) e 81 ipm para digitalizações duplex (dois lados), sem incluir a defasagem entre dar o comando de digitalização e a inicialização da digitalização ou a defasagem entre o final da digitalização e o arquivo gravado no disco.

Incluindo a defasagem, produtividade real é de 34 ppm e 69 ipm. Lembre-se de que quanto mais páginas você digitaliza por vez, menos defasagem haverá antes e após a digitalização. E mais perto chegará à produtividade da máxima velocidade da digitalização.

De qualquer forma, o i2420 é relativamente mais rápido do que o Kodak i2400, o qual cronometrei em 22 ppm e 44 ipm na produtividade total. Entretanto, ele é particularmente mais lento do que o Canon DR-C240 (40 ppm e 78 ipm), o Epson DS-760 (42 ppm e 83 ipm) e o Xerox 5445 (39 ppm e 75 ipm), o que não é surpreendente considerando que todos os três têm taxas de velocidade mais rápidas do que o i2420.

O mesmo padrão vale para a digitalização do formato em PDF pesquisável. Adicionar a etapa de reconhecimento de teste deixou o i2420 um pouco lento, em um tempo total de 1 minuto e 31 segundos, o que essencialmente empata com o Kodak i2400. O tempo total para os outros três modelos variou de 47 segundos no Canon DR-C240 para 1’18” no Xerox 5445.

O i2420 se saiu melhor do que a maioria dos scanners em nosso teste de precisão de OCR. A combinação do scanner e do software conseguiu ler o texto em nossa página de teste Times New Roman em tamanhos tão pequenos como oito pontos e nossa página de teste Arial com tamanhos tão pequenos como seis pontos, sem um erro sequer. Esse nível de precisão não é incomum. Entretanto, o scanner também funcionou bem em uma variedade de outras fontes que normalmente não reportamos porque a maioria dos scanners funcionam muito mal com elas. Com essas fontes mais difíceis de ler, o i2420 leu uma a cinco pontos, outra a seis pontos e uma a doze pontos sem erro.

 Conclusão

Se suas necessidades de digitalização forem grandes o suficiente para aproveitar a velocidade extra que os modelos Canon, Epson e Xerox oferecem, vale a pena levar todos os três em consideração. O Epson DS-760 oferece a velocidade mais rápida no formato PDF de imagem, o Canon DR-C240 sai na frente no formato PDF pesquisável e o Xerox 5445 oferece o melhor valor desses três, graças aos seus aplicativos incluídos.

Se suas necessidades de digitalização estiverem apenas uma etapa abaixo do que as que os três modelos oferecem, contudo, o Kodak i2420 é certamente a escolha óbvia. Ele fornece um ADF (alimentador automático de documentos) de alta capacidade, volume diário recomendado, provavelmente mais alto do que você precisa em um escritório pequeno, programas de categoria mundial para os aplicativos de que você mais precisa e uma velocidade um pouco mais lenta do que você obteria com o próximo aumento. A combinação faz dele nossa Escolha do Editor para scanner de documentos de pequenos escritórios.